Teatro O bailarino Orun Santana apresenta temporada de Meia Noite

Publicado em: 27/05/2019 16:00 Atualizado em: 27/05/2019 16:38

Foto: Amanda Pietra/ Divulgação
Foto: Amanda Pietra/ Divulgação

O bailarino Orun Santana apresenta temporada do espetáculo Meia Noite, a partir desta sexta-feira (31). A peça solo, aborda a relação entre pai e filho, mestre e discípulo na capoeira. As sessões serão realizadas até o dia 6 de julho, sempre às sextas e sábados, às 20h, no Teatro Arraial Ariano Suassuna, no bairro da Boa Vista. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), e estarão a venda na bilheteria, uma hora antes do início do espetáculo.

A apresentação, dialoga sobre a relação entre pai e filho, mestre e discípulo, abordando a capoeira como elemento criador e motivador do movimento entre o Mestre Meia Noite, nome artístico de Gilson Santana, e Orun. Pai e filho, brincantes e artistas do grupo Daruê Malungo.

O espetáculo compartilha com o público problemáticas de construção identitária através da relação de Orun Santana com a figura do Mestre Meia Noite, estabelecendo uma relação entre esses corpos. A criação de Meia Noite surgiu da ideia de re-performance do solo de capoeira do Mestre Meia-Noite no espetáculo Nordeste, do Balé Popular do Recife. “A capoeira é explorada como elemento criador e motivador do movimento, construindo um procedimento de uso da memória corporal, dialogando dramatúrgicamente na relação pai e filho, mestre e discípulo”, explica o artista em comunicado a imprensa.

Para ele, Meia Noite fala da sua própria experiência como artista, sobre o fazer da dança, que pode surgir em corpos que queiram falar, contar histórias, como corpos políticos, transformadores e inquietos.

SERVIÇO
Temporada do espetáculo “Meia noite”, de Orun Santana


Quando
: de 31 de maio a 6 de junho, em todas sextas e sábados, sempre às 20h
Onde: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista)
Quanto: R$ 20 e R (meia)
Informações: 98236-3777

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas