Celebridades Britney Spears afirma na justiça que foi internada pelo pai contra sua vontade, diz site

Por: AE

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 13/05/2019 15:05 Atualizado em: 13/05/2019 15:19

Foto: AFP
Foto: AFP

A cantora Britney Spears compareceu a um tribunal na última sexta-feira (10) para cancelar o processo de tutela sob a qual é mantida há 11 anos. As alterações propostas pela cantora não foram aceitas imediatamente pelo juiz Ele determinou, entretanto, que Britney será avaliada por um profissional para, então, tomar uma decisão.

Fontes próximas à Britney disseram ao portal norte-americano TMZ que o pai da cantora, Jamie Spears, lhe internou em uma clínica psiquiátrica contra sua vontade em março deste ano. Ele ainda teria lhe forçado a tomar medicamentos, ações que não teria autorização para executar, mesmo com a cantora sob tutela.

Em janeiro de 2008, após momentos de tensão na vida de Britney, seu pai deu entrada em um processo de tutela para acompanhar a vida pessoal e tratar das finanças da cantora. Atualmente, ele é o único responsável por isso. No entanto, agora a artista quer transferir à sua mãe, Lynne, a supervisão.

CANTORA NEGOU BOATOS
Apesar das movimentações atuais na justiça, Britney Spears tentou acalmar seus fãs, em abril, dizendo que estava internada por vontade própria e que estaria abalada pela saúde frágil de seu pai. Em janeiro, ela cancelou a segunda temporada de shows que faria em Las Vegas, nos Estados Unidos, para cuidar dele. Jamie foi hospitalizado devido a um problema no intestino grosso e a recuperação requeria cuidados.

Britney ainda afirmou que a ideia de que seu pai a teria forçado a se internar foi divulgada por seu ex-empresário, Sam Lufti. A cantora contou que ele teria disseminado e-mails antigos para difamá-la. Sam Lutfi estaria justamente tentando minar os termos dessa tutela, enviando mensagens de texto para a mãe de Britney, Lynne Spears, tentando convencê-la a "interromper e assumir" os cuidados da filha, segundo o TMZ.

Em uma dessas mensagens, Sam teria oferecido cerca de US$ 1 mil (R$ 3.966,70) para que ela tomasse uma posição sobre o estado da filha e assumisse sua tutela.
Na semana passada, advogados da cantora entraram com uma medida cautelar temporária contra o ex-empresário, que deve ficar a pelo menos 200 metros dela caso a medida seja aprovada. O julgamento está marcado para 28 de maio. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas