Literatura Precursor da escrita criativa, Assis Brasil lança livro no Recife Luiz Antônio de Assis Brasil traz dicas em publicação editada pela Companhia das Letras

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 04/04/2019 13:21 Atualizado em: 04/04/2019 12:36

Foto:
Foto:

Um dos pais da Escrita Criativa no país, o professor e romancista gaúcho Luiz Antônio de Assis Brasil reuniu seus 34 anos à frente da mais antiga oficina literária em funcionamento ininterrupto em território nacional para compartilhar em forma de livro ensinamentos e reflexões. Editado pela Companhia das Letras, Escrever ficção – Um manual de criação literária tem 400 páginas e será lançado no próximo dia 6 de abril, às 12h, na sala 005 do Bloco G da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).
 
A publicação traz conteúdo sobre personagens, edição, uso de flashbacks, tédio da narrativa, entre outros temas que acompanham quem se aventura pelos caminhos da escrita literária. Professor do Programa de Pós-Graduação em Escrita Criativa da PUCRS, o autor explica que mais do que um manual, com regras e normas engessadas, o livro apresenta reflexões, conselhos e dicas para que os leitores elaborem sua identidade literária com segurança e criatividade, assim como acontece em sua oficina de escrita criativa, em funcionamento desde 1985.
 
Para Assis Brasil, a virtude do seu método é ser inclusivo. "Preservo por inteiro a voz do aluno, sem impor modelos, muito menos os meus - mas incluindo essa voz no conjunto das vozes que estão presentes no grupo. E faço isso através de intensa discussão coletiva”, explica, ressaltando que os alunos não devem se esgotar nesse caminho. “Aspirantes a ficcionistas devem experimentar outras orientações, outras propostas, no sentido de consolidar um juízo próprio acerca da escritura do texto literário", alerta.
 
Com tantos talentos formados no seio da oficina coordenada por ele – a lista inclui revelações como Daniel Galera e Luisa Geisler - o professor Assis Brasil vê sua formação se multiplicar pelo país afora. No Recife, por exemplo, a escritora Patricia Gonçalves Tenório vem capitaneando iniciativas na área desde 2017 e está à frente do curso de extensão Estudos em Escrita Criativa da Unicap, do qual Assis Brasil participa como convidado também no sábado (06.04). “Sou uma admiradora de longa data e fui orientanda do professor Assis no doutorado que concluí ano passado, na PUCRS. O meu maior desejo é ajudar a disseminar o máximo possível na nossa Recife a Escrita Criativa que apreendi durante esses anos todos”, comenta.
 
O AUTOR
Além de professor pela PUCRS, Luiz Antônio de Assis Brasil registra uma trajetória notável como ficcionista. Foi vencedor do Prêmio Machado de Assis da Biblioteca Nacional por O pintor de retratos (2001), do Jabuti por A margem imóvel do rio (2003) e do Portugal Telecom (atual Oceanos) por A margem imóvel do rio (2004).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas