luto Morre, aos 72 anos, a atriz Maria Isabel de Lizandra

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 15/03/2019 11:51 Atualizado em:

Maria Isabel de Lizandra estreou na televisão em 1964. Foto: Reprodução/IMDB
Maria Isabel de Lizandra estreou na televisão em 1964. Foto: Reprodução/IMDB
Artista que construiu a carreira na televisão, principalmente nas antigas redes TV Excelsior e Tupi, entre as décadas de 1960 e 1970, Maria Isabel de Lizandra morreu na quinta (14/03), aos 72 anos.

Maria Isabel foi internada na manhã de quinta (14/3) com um quadro de pneumonia, e morreu às 21h do mesma dia. Quem confirmou a morte da atriz foi a sobrinha, Ana Júlia Magnani.

Nascida em São Paulo, Maria Isabel de Lizandra estreou nas telinhas na novela Se o mar contasse (1964), de Ivani Ribeiro, na TV Tupi, e no ano seguinte fez sua primeira aparição no cinema, no filme Vereda da salvação, de Anselmo Duarte.

Ela ainda se destacou nas novelas O tempo e o vento, As minas de prata, O terceiro pecado, e em A Muralha, todas durante o período que esteve na TV Excelsior, entre 1966 e 1970. Com a extinção da rede, Maria Isabel retorna à TV Tupi, fazendo 10 novelas em um período de 10 anos. Interpretou personagens icônicos como Malu, em Mulheres de areia (1973), além de ter atuado em outros grandes sucessos das telinhas como O machão (1974), Xeque-mate (1976) e Éramos seis (1977).

A atriz também trabalhou nas TVs Bandeirantes, Globo, Cultura e Manchete, participando de produções como Champagne (1983), Tenda dos milagres (1985), Dona Beija (1986), Vale tudo (1988) e Pacto de sangue (1989). Na televisão, apareceu pela última vez em 1998, na minissérie Labirinto da Rede Globo. Maria Isabel foi casada com o também ator Ênio Gonçalves, morto em 2013, e teve duas filhas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas