literatura Olinda recebe exposição sobre Fátima Quintas Ação gratuita acontece na Faculdade de Olinda, a partir das 10h

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 18/02/2019 19:49 Atualizado em: 18/02/2019 19:57

Foto: Roberto Ramos/DP
Foto: Roberto Ramos/DP

A escritora e antropóloga pernambucana Fátima Quintas realiza nesta terça-feira (19), na Faculdade de Olinda, a exposição "75 diálogos com Fátima Quintas". Baseado na obra, Tempos Perdidos, autobiografia sobre sua infância e juventude, o evento acontece a partir das 19h, no auditório da instituição universitária, localizada na Cidade Alta. Aberto ao público, a ação integra as atividades da Semana Acolher.

A ocasião vai contar com interlocuções dos poetas Neilton Lima e Francisco Mesquita que farão comentários críticos acerca da escrita, faces e obras da autora. Para Neilton Lima, coordenador do curso de Letras da Focca, o encontro é uma oportunidade importante para a dinâmica acadêmica, pois as obras de Quintas fazem parte da esfera literária e histórica de Pernambuco. “Há um diálogo basilar entre a narrativa dela com Gilberto Freyre (objeto de pesquisas) e com Clarice Lispector, ambas mulheres personalíssimas e com obras densas. Não esquecendo a contribuição dela na Academia Pernambucana de Letras (APL)”, afirmou. 

Natural de Recife, Fátima Quintas diplomou-se em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e ingressou na Fundação Joaquim Nabuco em 1965, na qualidade de pesquisadora/antropóloga. A escritora é pós-graduada em Antropologia Cultural e Museologia pelo Instituto de Ciências Sociais e Política Ultramarina e no Museu das Janelas Verdes, ambos em Portugal. Presidente da Academia de Letras de Pernambuco de 2012 a 2016, a recifense ocupa a cadeira 31. 

Atualmente é coordenadora do Seminário de Tropicologia da Fundação Gilberto Freyre e possui um acervo de obras escritas como Sexo e marginalidade, 1987; Educação Sexual: um olhar adiante,1992; Cheirinhos de alecrim numa casa portuguesa, com certeza, 1995; Mulheres oprimidas, mulheres vencidas, 1996; Segredos da Velha Arca, 2003; A ilustre casa dos fantasmas, 2006; Sexo à moda patriarcal, 2008; Assombrações e coisas do além, 2009. Amaro Quintas, meu pai , 2014. Organizadora: Casa & família: o cotidiano feminino, 1989; O cotidiano em Gilberto Freyre, 1992; Mulher Negra: preconceito, sexualidade e imaginário, 1995; O negro: identidade e cidadania, 1995 Manifesto regionalista, 1996;  Tempos Partidos, 2018. 

Serviço
“75 diálogos com Fátima Quintas”
Quando: 19 de fevereiro, terça-feira, às 10h
Onde: Auditório da Faculdade de Olinda (FOCCA), Rua do Bonfim, 37
Quanto: Gratuito
Informações: 3366.3696 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas