Perda Morre Maestro Adelmo Apolônio, regente assistente da Banda Sinfônica do Recife Ele foi professor do Centro de Educação Musical de Olinda e desde o ano de 2010, integrava o corpo de jurado da ABANFARE-PE

Por: Samuel Calado - Redes Sociais

Publicado em: 26/01/2019 14:04 Atualizado em: 26/01/2019 16:40

O maestro estava há 20 anos na Banda Sinfônica do Recife. Foto: Reprodução/Instagram
O maestro estava há 20 anos na Banda Sinfônica do Recife. Foto: Reprodução/Instagram
O maestro Adelmo Apolônio, 54, regente assistente da Banda Sinfônica do Recife, morreu na manhã deste sábado (26), no Hospital Português, em decorrência das complicações no fígado. Ele descobriu há poucos anos que estava com esquistossomose.  Segundo os familiares, desde setembro de 2018, o músico vinha dando entradas constantes no hospital. No dia 10 de novembro, ele sofreu uma intervenção cirúrgica e teve uma leve melhora, mas começaram a acontecer outros problemas e o organismo rejeitou o fígado. 
 
A diretora administrativa da Banda Sinfônica do Recife, Ivoneide Nascimento conta que o maestro deixa um importante legado na música do estado.  "Ele já estava há vinte anos no grupo. Nós éramos amigos de infância. Comecei a estudar música com ele. Para a banda sinfônica, ele teve uma importante contribuição e representação artística. É uma grande perda", relata.  Adelmo também coordenada uma orquestra de frevo, onde trabalhava durante o carnaval. "Ele era um companheiro de trabalho incrível. Simpático. Vai fazer muita falta. Pernambuco perde um grande nome da música", lamenta o músico Rubinho Pety. 

Legado
Nascido em 20 de novembro de 1964, o músico iniciou a carreira como clarinetista e saxofonista no final da década de 1970, na Banda Sinfônica Juvenil Pernambucana. Ele era professor do Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO); Desde o ano de 2010, integrava o corpo de jurado da ABANFARE-PE.
 
Velório  
Os amigos e familiares e amigos ainda estão aguardando a liberação do atestado de óbito, para entrar em contato com a funerária. Daremos mais informações em instantes.  

Nota de pesar de Geraldo Julio
Para o prefeito do Recife, Geraldo Julio, o carnaval do Recife perdeu, neste sábado (26), um grande defensor. "Adelmo foi um dos mais competentes músicos que já passaram pela antiga Banda Municipal, atual Banda Sinfônica do Recife. Discípulo de grandes nomes da nossa música, cPomo os maestro Ademir Araújo, Edson Rodrigues e Duda, Adelmo era atualmente regente assistente do maestro Nenéu Liberalquino. Era ainda responsável por uma orquestra de frevo que leva o seu nome e sempre foi presença marcante no Carnaval do Recife, pelo alto nível dos seus músicos. Nosso frevo perde um grande maestro", disse o prefeito Geraldo Julio





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas