Temporada 'Sebastiana e Severina' circula São José do Egito, Caruaru e Bezerros Confira a programação de cada cidade e se divirta com a peça que recebeu nove prêmios no 22º Janeiro de Grandes Espetáculos

Publicado em: 05/01/2019 15:54 Atualizado em:

Foto? Ricardo Marcial
Foto? Ricardo Marcial
Depois de passar pela Paraíba e por Portugal, além de receber, em 2016, nove prêmios no 22° Janeiro de Grandes Espetáculos, a montagem “Sebastiana e Severina” iniciou circulação pelo interior de Pernambuco em agosto e passa agora pelas cidades de Sao José do Egito (6), Caruaru (7) e Bezerros (8). Contemplada pelo Funcultura 2017, a peça é uma adaptação do livro homônimo do pernambucano André Neves, um dos mais renomados ilustradores de literatura infantil e juvenil da atualidade.

No início da temporada de circulação, o espetáculo passou por Tracunhaém, Limoeiro, Lagoa do Carro, Passira, Triunfo, Sertânia e Arcoverde. No dia 6, Sebastiana e Severina integra a programaçao do Festival do Louro, onde o coletivo também apresenta o espetáculo Pajeú das Flores. “Essa história de Sebastiana e Severina fala sobre o povo do interior e vamos conseguir levar ela até lá. É uma viagem de volta. O espetáculo começou na capital, no Recife, e vai voltando agora para o sertão”, conta o diretor Cláudio Lira, natural de São José do Egito. As apresentações serão gratuitas e contam com tradução em libras.

Indicada para todas as idades, a peça tem música ao vivo e relata a história de duas rendeiras de Umbuzeiro (PB), que mesmo sem o frescor da juventude ainda sonham em encontrar um príncipe encantado. Com a chegada do forasteiro Chico à cidade, Sebastiana e Severina cantam, produzem a renda mais bonita, recorrem até ao feitiço do amor e acabam, através dele, descobrindo o valor da amizade. Com toda a poesia que cabe às rimas e prosas da gente do interior, e assim como no livro – carregado do repente, cordéis e loas contados e cantados pela tradição popular nordestina -, o espetáculo convida o público a conhecer e se encantar com os festejos ao padroeiro da cidade de Umbuzeiro.

Com direção de arte de Marcondes Lima, cenário e figurino são ricos em detalhes para manifestar ainda mais esse imaginário popular. O elenco formado por Célia Regina, Zuleika Ferreira, Luiz Manuel e Davison Wescley conta essa história através de um processo narrativo que se transforma ao longo da peça: os artistas ora interpretam as personagens e ora voltam a si, como também narram e manipulam bonecos.

SERVIÇO

Sao José do Egito
Festa de Louro
06 de janeiro, às 11h
Rua Domingos Siqueira
(Praça Carolino Campos)

Caruaru
7 de janeiro, às 18h
Teatro de Mamulengos Mamusebá
(Antiga estaçao de trem, no pátio de eventos)

Bezerros
08 de janeiro, às 16h
Praça da Bandeira (Centro)

As informações são da Secretaria de Cultura



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas