Recife Museu do Homem do Nordeste celebra o natal com 'presépio multicultural' Além da exposição, haverá apresentação de Chico Pedrosa e uma homenagem ao funcionário mais antigo da instituição

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 17/12/2018 11:31 Atualizado em:

Dentre as peças expostas, haverá uma Nossa Senhora africana, com o cabelo em dreadlock. Foto: Fundaj/Divulgação
Dentre as peças expostas, haverá uma Nossa Senhora africana, com o cabelo em dreadlock. Foto: Fundaj/Divulgação

O Museu Homem do Nordeste celebra o espírito natalino com um "presépio multicultural" inagurado nesta terça-feira (18). O evento de estreia contará com apresentação do poeta paraibano Chico Pedrosa e uma homenagem a Rizonildo Guedes, o funcionário mais antigo do museu. Dentre as peças expostas haverá uma Nossa Senhora africana com o cabelo em dreadlock. Além dela, outros personagens irão representar nacionalidades de todo o mundo e diversas religiões, desde alemães luteranos, ingleses anglicanos a árabes muçulmanos.

"Para o nosso Museu, muito mais importante do que as diferenças, importam as semelhanças entre as pessoas. Cor, religião, etnia, nada disso tem, de fato importância. São diferenças muito superficiais. O Museu do Homem do Nordeste tem a convicção de que os seres humanos são essencialmente iguais", explica a antropóloga Ciema Mello, que trabalha com a programação de museologia do Muhne.

O funcionário Rizonildo Guedes trabalha no museu há mais de 40 anos, cuidando do acervo com mais de 16 mil objetos. O poeta Chico Pedrosa, um dos mais relevantes da Paraíba, vai declamar algumas de suas obras, com temáticas que costumam falar da rotina no Sertão e da cultura popular da região. Chico já levou suas poesias de cordel pelo país e também para outros países como Portugal e Espanha.

Serviço
Natal no Museu Homem do Nordeste

Onde: Museu do Homem do Nordeste (Avenida Dezessete de Agosto, 2187, Casa Forte, Recife)
Quando:
nesta terça-feira (18), às 16h
Quanto: Gratuito


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas