Mostra Alunos de Cinema e Jornalismo da UFPE expõem no Murillo La Greca Assim como Guimarães Rosa, os alunos captaram que o tempo que nunca ousou passar e os elementos universais que cada ser pode encontrar em si

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 22/11/2018 12:10 Atualizado em: 23/11/2018 11:44

 Foto: Camila Pifano/Esp DP
Foto: Camila Pifano/Esp DP

Como uma fotografia nos faz no presente interpretar memórias de outros tempos vividos? Como nossas memórias do que já experienciamos propõem caminhos nas nossas escolhas diárias? Esse é o tema da exposição Veredas de Memórias, realizada pelos estudantes dos cursos de Jornalismo Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Entre os dias 23 de novembro e 3 de dezembro de 2018, o Museu Murillo La Greca sediará a exposição fotográfica resultado da disciplina de Introdução à Fotografia, ministrada pela professora Fernanda Capibaribe. 

A abertura será nesta sexta-feira (23), com coquetel aberto ao público. A mostra nasceu da união entre a reflexão dos diversos caminhos que nos deparamos na vida e a ideia de retratar as memórias e as (a)temporalidades do ser, assim, buscando concluir a disciplina de Introdução à Fotografia, ministrada pela professora e fotógrafa Fernanda Capibaribe, com uma exposição fotográfica.

Abordando memórias, caminhos e (a)temporalidades que nos permeiam, a proposta foi o desenvolvimento de registros fotográficos expressando, em cada subjetividade, o que marca o olhar, os atravessamentos possíveis e elaborações, na fotografia, que possam remeter à aspectos que dizem sobre nossa trajetória num presente contínuo. Acionando tais gatilhos, a fotografia nos faz perceber como a memória é coletiva, mas também individual, ou como a diferença é lugar de potência e reverberação, tão pouco abordado, ou evidenciado nos contextos cotidianos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação


A partir desse entendimento a exposição visa desvelar um cotidiano de existências que muitas vezes são vivenciados como banais. E, considerando a guerra híbrida e os espaços de enfrentamentos que recentemente vêm se colocando em nosso atual contexto, tal proposta vem afirmar os lugares de afeto como evidenciadores de possibilidades possíveis de se estar no mundo. 

O título faz uma reverência, uma licença poética à obra de Guimarães Rosa, “Grande sertão, veredas”, como uma vontade de produzir narrativas fluidas e vastas de se estar no mundo. Nossa narrativa não é escrita, mas contada de muitas formas em imagens. A vereda que iremos percorrer é onde tudo é, e também não é, dentro das nossas existencialidades. A exposição fica disponível ao público até três de dezembro, entre 9h e 17h de terça a sexta-feira, e entre 13h e 17h aos sábados.

SERVIÇO
Exposição fotográfica de alunos da UFPE
Onde: Museu Murillo La Greca (Rua Leonardo Bezerra Cavalcante, 366, Parnamirim)
Quando: Abertura nesta sexta-feira (23), às 19h.
Visitação: de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábados, das 13h às 17h
Quanto: Gratuito


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas