arte Exposição Transistor leva arte urbana do graffiti para galeria Janete Costa Com 25 trabalhos, entre pinturas de spray sobre madeira, lápis sobre papel e painéis nas paredes da galeria, exposição segue até o dia 24 de fevereiro de 2019

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/11/2018 20:24 Atualizado em: 12/11/2018 20:30

Foto: Daniel Tavares
Foto: Daniel Tavares

Abrir novos olhares e acrescentar arte no cotidiano das pessoas. Essa foi a definição exata proferida pelo artista Jota Zer0ff, nome por trás da exposição Transistor, montagem em cartaz na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. Baseada numa série de elementos como cores, imaginação e momentos da vida do autor, a mostra é um compilado de peças construídas através da arte do graffiti, figuradas com temáticas ligadas a vida no campo, o trabalho árduo, a infância e a música. Constituída de obras feitas em papel, madeira e paredes, a montagem está disponível para visitação até 24 de fevereiro, com entrada franca, de quarta a sexta-feira das 12h às 20h, aos sábados das 14h às 20h e aos domingos, das 15h às 19h.

Composta por 24 peças, a maioria produzidas com spray sob madeira, lápis sobre papel e painéis, a exposição mostra um olhar mais maduro e diferenciado de Zer0ff. De acordo com o artista, esse projeto é a representação da transição e da oportunidade de amplitude de seu trabalho. “Sonho com está exibição desde 2012. Em todas as suas partes, elementos, componentes ela representa uma luta vencida. Além da construção artística representada na delicadeza das figuras e na força das cores, cada peça tem haver um pouco com o meu crescimento profissional. Digamos que esse ano foi um pouco difícil em determinados aspectos e cada item da exposição pode ser considerado uma fase da minha vida. O nome Transistor está associado a mudanças e extensão. Eu vi nesta mostra a oportunidade de ampliar o meu trabalho e ao mesmo tempo compartilhar um pouco da minha trajetória com o público”, contou Jota. 

Foto: Daniel Tavares
Foto: Daniel Tavares


Natural de Paudalho, na Mata Norte de Pernambuco, o multifacetado de 31 anos revelou que ingressou no mundo das artes ainda criança, aos oito anos. Influenciado pela estética dos desenhos animados que consumia na infância, em Carpina, Zona da Mata pernambucana, região onde residiu por alguns anos, o desenhista adotou o grafite como linguagem prioritária desde 2011. Movido pela necessidade de levar pinturas as ruas e preencher o dia a dia da população com arte, o artista se dedicou ao grafismo, atividade predominante em sua carreira nos últimos seis anos. “Nessa exposição estou amplificando plataformas, evoluindo nos materiais. O graffiti é uma alternativa de expressão compartilhada. Eu vi nessa arte urbana uma porta para dividir com a sociedade aquilo que por muito tempo só estava presente no papel. Eu acredito que por mais simples que seja a arte, ela tem um poder incrível. E é isso o objetivo do grafite e da transistor. Quebrar a rotina das pessoas e ilustrar o dia delas com arte”, afirmou o pintor.   

Classificado pelo autor como uma verdadeira exibição da vida, Transistor foi descrito ainda como o fechamento de um ciclo, que ao mesmo tempo permite a abertura de uma nova fase. “Eu me dediquei tanto a esse trabalho que é impossível enumeram o seu valor. Uma das peças que mais me cativa é a ‘Descanso’ que está representada pela figura de um menino repousando. Ela foi a última unidade da exposição e em partes é que a mais me representa, pois simboliza o concretização de um grande trabalho.”, finalizou Zer0ff. 

Considerado um dos nomes mais atuantes do seguimento, Zer0ff já assinou diversos murais em pontos da capital pernambucana e também participou de projetos de estímulo a este tipo de arte. Entre eles o Salva Arte, ação que levou pinturas ao longo de toda a orla de Boa Viagem e no Carnaval, onde atuou em parte da decoração da festa. Valorizado e respeitado como expressão artística e manifestação social, o grafite é considerado política pública na cidade do Recife. 

Serviço
Exposição Transistor de Jota Zer0ff 
Quando: Em cartaz até 24 de fevereiro
Onde: Galeria Janete Costa, Parque Dona Lindu, em Boa Viagem
Quanto: Gratuito 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas