Agenda Luiz Lins e Isaar vão se apresentar no Festival da Juventude do Recife Com o tema #DefendendoDireitos, o evento é uma prévia do 15º Festival No Ar Coquetel Molotov

Publicado em: 29/10/2018 19:01 Atualizado em: 29/10/2018 18:20


A Prefeitura do Recife e o Festival No Ar Coquetel Molotov anunciaram as atrações musicais que vão se apresentar no 2º Festival de Juventude do Recife: #DefendendoDireitos. O evento, que mais uma vez trará uma prévia do Coquetel Molotov, terá como principais atrações os artistas Isaar França e Luiz Lins, além da Nação de Maracatu Estrela Brilhante e do Coletivo Cores Femininas. O encontro será neste sábado, no Parque da Macaxeira.

O festival será realizado de quarta (31) a sábado (3), organizado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPDDH), em parceria com o No Ar Coquetel Molotov e o Conselho Municipal de Políticas Públicas de Juventude, com apoio da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, Secretaria de Segurança Urbana, Secretaria de Educação e outras pastas da PCR, além do Coletivo BoiKOT e da ONG Cores do Amanhã.

Cerca de dois mil jovens participaram da 1ª edição do Festival de Juventude, em outubro de 2017. Para 2018, quando a programação foi ampliada de um para três dias, a estimativa de público é três mil pessoas. Na quarta-feira (31), o festival começa com um “rolezinho” especial de Dia das Bruxas no Compaz Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, a partir das 16h. Na festa de Halloween, haverá uma Batalha de Rimas de Monstros coordenada pelo DJ Big, programador cultural do Compaz; Dança dos Mortos, concurso de fantasias, música eletrônica e outras atrações. Já na quinta-feira (dia 1º), a programação cultural e esportiva será a partir das 13h no Parque do Caiara, na Iputinga, onde haverá torneios de futsal, futebol de campo, de barrinha, freestyle e apresentação de grupos culturais da comunidade do Caiara. O ponto alto da programação será no sábado, 3 de novembro, a partir das 14h, no Parque da Macaxeira, onde haverá intervenções artísticas, oficinas, feirinha e a prévia da 15ª edição do festival No Ar Coquetel Molotov. Isaar França e Luiz Lins são os dois artistas trazidos pelo Molotov.

A cantora, compositora e instrumentista Isaar vai apresentar músicas dos seus três discos, inclusive “Todo Calor”, o último lançamento. A jovem começou a carreira em 1995 como brincante no Maracatu Piaba de Ouro, fez parte da banda Comadre Fulozinha e integrou projetos como a Orquestra Santa Massa, com o DJ Dolores, gravou com Siba e A Fuloresta, Mundo Livre S/A, Eddie e Cidadão Instigado.

Já Luiz Lins é um dos mais novos nomes do rap brasileiro. Com apenas dois anos de estrada, o artista natural de Nazaré da Mata é um dos destaques do PE SQUAD (selo musical pernambucano) e prepara seu primeiro álbum de estúdio. As músicas do rapper pernambucano já somam mais de 200 milhões de acessos e mais de 10 milhões de downloads.

Outra atração do Festival de Juventude é o Grupo Cores Femininas, que faz parte do Movimento Social e Cultural Cores do Amanhã. O coletivo é formado por mulheres que usam o Hip Hop para alcançar a cidadania e potencializar o protagonismo feminino. Também vai se apresentar no Parque da Macaxeira a Nação de Maracatu Estrela Brilhante, um dos grupos afro mais tradicionais do estado de Pernambuco. Fundada em 1906, no Alto José do Pinho, a Estrela Brilhante carrega os fundamentos da religiosidade de matriz africana, de tradição Nagô em Pernambuco, sob a coordenação da Rainha Marivalda.

Também no sábado (3), os jovens do Compaz Eduardo Campos farão uma apresentação de dança de um trecho da peça “Tereza: uma luz chamada resistência”. O espetáculo homenageia figuras e grupos que marcaram história e deixaram seu legado no Alto Santa Terezinha. Durante todo o evento, a discotecagem ficará por conta do DJ Big, produtor cultural e educador social do Compaz, e da Rádio Libertadora, projeto idealizado por Eduardo Pontual, integrante do coletivo BoiKOT, que mistura música eletrônica com ritmos brasileiros.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas