Literatura Biografia de Delmiro Gouveia é lançada no Recife História de vida do empresário é cheia de conspirações, reviravoltas e uma morte cercada de mistério

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 10/10/2018 16:18 Atualizado em: 10/10/2018 16:26

. Para produzir a biografia, o pesquisador contou com o acervo da Fundação Joaquim Nabuco. Foto: FUNDAJ/Arquivo
. Para produzir a biografia, o pesquisador contou com o acervo da Fundação Joaquim Nabuco. Foto: FUNDAJ/Arquivo

A história de vida Delmiro Gouveia é uma daquelas que atravessa os séculos e se torna um “conto local”. No final do século XIX, o morador do Sertão cearense veio para o Recife aos 5 anos de idade. Ainda na adolescência conseguiu destaque no ramo do comércio e se tornou uma referência de sucesso na aristocrática sociedade pernambucana ao ponto de ser conhecido como “o coronel dos coronéis”. Assim como pedem essas “narrativas sensacionais”, a história conta com conspirações, reviravoltas e uma morte cercada de mistério.

Tudo está relatado no livro Delmiro Gouveia: biografia de um pioneiro (Editora Ideia, R$ 40), lançado pelo historiador britânico William Edmundson. O lançamento será no Edifício Ulysses Pernambucano, localizado no bairro da Tamarineira, hoje a partir das 17h. O evento contará com a presença do autor, que reside em João Pessoa (PR). Para produzir a biografia, o pesquisador contou com o acervo da Fundação Joaquim Nabuco, que cedeu fotografias e pesquisas que ajudaram na construção da obra.

O intelectual define o personagem como “visionário”, tendo contribuído para a modernização do Recife ao construir o Mercado do Derby (onde hoje fica o Quartel da Polícia Militar do Derby), considerado um dos primeiros shopping centers do Brasil. Delmiro também foi responsável pela construção do Grande Hotel Internacional, considerado na época como um dos melhores das Américas. Mais tarde, teve iniciativas para implantar as hidrelétricas, semeando o que hoje é a CHESF.

“O destaque que ele teve no comércio semeou ciúmes dos políticos da época. Naquele contexto, aquilo ofendia o prestígio e o lucro deles”, conta William, em entrevista ao Viver. “Delmiro chegou a ir para o Rio de Janeiro - que na época sediava o governo federal - para reclamar ao Rose e Silva os boicotes que sofreu, mas foi ignorado e atacou o vice-presidente com uma bengala. Essa perseguição ao Delmiro custou caro. Esses inimigos mandaram incendiar o Mercado do Derby e ele perdeu tudo”.

Para Edmundson, o personagem não abaixou a cabeça e continuou fazendo o impensável. Casou com a filha do ex-governador, fugiu para Alagoas e construiu sua riqueza com fábricas têxtil. O lançamento do livro marca o dia em que completam 101 anos do assassinato de Delmiro Gouveia, um crime até hoje não foi solucionado. O empresário tinha 54 anos, deixando seu legado de inovações e modernização no Nordeste do país.

SERVIÇO
Lançamento do livro Delmiro Gouveia: biografia de um pioneiro
Onde: Edifício Ulysses Pernambucano (Avenida Conselheiro Rosa e Silva, 2130, Tamarineira).
Quando: hoje, às 17h
Quanto: Entrada gratuita


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas