música Mr. Catra deixou músicas inéditas, afirma primeira esposa do cantor Sílvia Regina publicou foto no Instagram em que dizia que cantar era o maior desejo do rapper, que deixou diversas composições escritas

Por: Estadão Conteúdo - Estadão Conteúdo

Publicado em: 13/09/2018 17:30 Atualizado em: 13/09/2018 17:31

O corpo do funkeiro foi enterrado na terça-feira (11), no Cemitério Jardim da Saudade-Sulacap. Foto: Reprodução/Internet
O corpo do funkeiro foi enterrado na terça-feira (11), no Cemitério Jardim da Saudade-Sulacap. Foto: Reprodução/Internet

A primeira mulher de Mr. Catra fez uma revelação nas redes sociais nesta terça-feira (11). No perfil oficial dele no Instagram, Silvia Regina compartilhou uma foto do casal e fez uma homenagem ao cantor. 

"Eu, Silvia, venho por meio desta fotografia agradecer a todos os fãs que até o dia de hoje proporcionaram um dos desejos mais grandiosos do meu marido que era cantar. Era a coisa que ele mais amava fazer, e através de vocês ele pôde realizar esse desejo maravilhoso e fez com gosto. Hoje eu entreguei ele nos braços do Senhor e tenho certeza absoluta que ele foi cantando", escreveu na legenda. Regina estava com Catra há 20 anos e, juntos, tiveram cinco filhos.

Os internautas reagiram: "Foi cedo demais, inacreditável, muito triste e 49 anos" e "O mito se foi... descanse em paz" foram alguns dos comentários na publicação.

Ainda no post, a esposa do cantor revelou que ele deixou algumas canções. "Ele deixou várias músicas inéditas para lançar, pois fez grandes parcerias e espero que vocês, meus fãs, amigos, parceiros, crianças e adolescentes continuem para que eu continue com esse trabalho maravilhoso que ele deixou. Então, eu peço, deixe sempre que a música entre em seus ouvidos e mentes, que ela seja usada como alegria para preencher cada coração", concluiu.

O corpo do funkeiro foi enterrado por volta das 10h40 desta terça-feira (11), no Cemitério Jardim da Saudade-Sulacap, na Zona Oeste do Rio.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas