show No feriadão da Independência, Xande de Pilares faz três shows em Pernambuco Ex-vocalista do grupo Revelação se apresenta em Santo Amaro, Piedade e Afogados

Por: Caio Ponciano

Publicado em: 06/09/2018 08:01 Atualizado em:

Último show do sambista no Recife foi na eliminação do Brasil na Copa. Foto: Lança Comunicação/Divulgação
Último show do sambista no Recife foi na eliminação do Brasil na Copa. Foto: Lança Comunicação/Divulgação

Em clima de comemoração pelos 37 anos de carreira, o sambista Xande de Pilares volta hoje a Pernambuco para três shows durante o feriadão da Independência. O ex-vocalista do grupo Revelação se apresenta nesta noite no Quintal da Boa Vista, que está localizado em novo endereço, na Rua Afonso Pena, 45, no bairro de Santo Amaro. Com ingressos a R$ 40, o evento começa a partir das 21h e ainda terá shows do grupo Sambstar, Leno Simpatia e da Bateria do Samba Led. Amanhã, a partir das 22h, Xande leva seu show para Jaboatão dos Guararapes, no Lounge Music (Av. Bernardo Vieira de Melo, 1300, Piedade). Além do carioca, a festa recebe os pernambucanos Sheldon, Eduarda Alves (ex-Sedutora), João do Morro e o grupo Long Neck. As entradas estão sendo vendidas por R$ 30 (pista), R$ 40 (frontstage), R$ 50 (lounge) e R$ 100 (camarote open bar). Já no sábado, a voz de sucessos como Coração radiante, Velocidade da luz e Deixa acontecer se junta aos grupos TS, Infinita Cor e Jr. do Reco, no palco do Clube Ferroviário do Recife, em Afogados. O show custa R$ 30 e está previsto para começar às 21h.

Em entrevista ao Viver, Xande de Pilares avaliou sua saída do grupo de samba como um recomeço e disse enxergar uma constante mudança na música brasileira. “Quando eu saí do Revelação, em 2014, eu tinha consciência de que passaria por uma fase difícil, de transição. Houve uma ascensão muito grande da música sertaneja e o samba perdeu um pouco do espaço. No Brasil, cada estado tem sua cultura e consome um tipo de música diferente”, avalia. De acordo com o músico, seus shows não costumam seguir um roteiro, mas são levados pela energia do momento. “Eu tenho o privilégio de ter bastante obra e posso improvisar na hora, de acordo com o que o público pede. O importante é participar da festa, se divertir e divertir”, conta. Além dos sucessos do Revelação e dos quatro anos de carreira solo, o carioca vai apresentar, com exclusividade aos pernambucanos, o novo single: Gratidão. “A nova música fala das pessoas que carregam a gente no colo e dos caminhos que percorremos para atingir nosso objetivo. Ela só será lançada depois dos shows, mas faço questão de cantar em primeira mão”, adianta.

Essa será a terceira vez que Xande vem a Pernambuco, só neste ano. O show mais recente foi durante um evento voltado para a Copa do Mundo que, muito possivelmente, o cantor não deve esquecer tão cedo. Na ocasião, a Seleção Brasileira foi eliminada do Mundial pela Bélgica. “Infelizmente, perdemos, mas o evento tinha que acontecer com derrota ou com vitória. Quando subi no palco, fui muito bem recebido e o show foi lindo, mesmo com a nossa eliminação”, relembra o artista, que se considera "filho de Pernambuco". "Antes de eu conhecer o Recife, algumas pessoas diziam que eu teria que cantar frevo, porque o pernambucano não gostava de samba. Quando fiz o primeiro show, me surpreendi com a roda de samba que é essa cidade e acabei me apaixonando", finaliza.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas