proibição Ximbinha não pode falar ou se aproximar de Joelma por medida preventiva O músico foi enquadradado na lei Maria da Penha depois da separação do casal em 2015

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 07/08/2018 18:43 Atualizado em: 07/08/2018 18:44

A cantora admitiu que o ex-marido era muito agressivo quando bebia. Foto: Fabio Nunes/Divulgação
A cantora admitiu que o ex-marido era muito agressivo quando bebia. Foto: Fabio Nunes/Divulgação

A cantora Joelma, da antiga banda Calypso, admitiu que o ex-marido Ximbinha não pode falar ou se aproximar dela. Depois do divórcio do casal, em 2015, ele foi enquadrado na lei Maria da Penha, que completa 12 anos nesta terça-feira (7). Joelma reconhece que admitir e denunciar os abusos que sofria incentivou outras mulheres na mesma situação a fazerem o mesmo. "Ouço muitos depoimentos nesse sentido. Elas vêm falar comigo que, depois que tomei a decisão de me separar, elas também tomaram coragem. Foi como se elas precisassem de uma força que veio de mim", ela salientou.

A cantora admitiu que o ex-marido era muito agressivo quando bebia, mas que as agressões não eram comentadas na época para preservar a família e porque ela sentia muita vergonha. "Depois de três anos, ele tentou me jogar do segundo andar de uma casa em Recife (...) ele era muito tranquilo, mas não podia ser contrariado", contou Joelma em entrevista ao Fantástico. Apesar das negações por parte de Ximbinha, as acusações foram confirmadas na época por Natália, filha de Joelma.

"Ele não pode falar comigo nem se aproximar de mim. Ele é do tipo de homem que sai do controle quando bebe. Ele é uma pessoa, e com bebida é outra. Muitas mulheres não expõem por vergonha. Eu também tinha. Não queria que algo tão pessoal viesse à tona", revelou a cantora. Hoje, ela canta sua experiência na música Perdeu a razão, uma parceria com a sertaneja Marília Mendonça: "E na hora da raiva/ Pra que cê levantou a mão pra ela?/ Era mais fácil ter largado dela", dizem alguns versos da música.

Hoje, Joelma está solteira, mas se diz pronta para um novo relacionamento. "Já amei, já desamei. Estou solteira por enquanto, mas quem tem Deus, não tem trauma". 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas