• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Zé Ramalho fará show no Teatro Guararapes O cantor apresenta em Pernambuco a turnê em comemoração aos 40 anos de carreira

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/03/2018 14:14 Atualizado em: 05/03/2018 17:19

Show do paraibano ocorre no dia 25 de maio. Foto: Comunnik/Divulgação
Show do paraibano ocorre no dia 25 de maio. Foto: Comunnik/Divulgação


O cantor e compositor Zé Ramalho volta a Pernambuco para um show em comemoração aos 40 anos de carreira. A apresentação está marcada para o dia 25 de maio, no Teatro Guararapes, em Olinda. Na turnê, o músico paraibano revisita clássicos de sua trajetória, como Admirável gado novo, Sinônimos, Avôhai, Táxi lunar, Chão de giz e Beira-mar. A venda dos ingressos deve começar ainda nesta semana pelo site Eventim e na bilheteria do teatro. As entradas poderão ser adquiridas por R$ 234 e R$ 117 (meia) para plateia A e R$ 194 e R$ 97 (meia) para a plateia B. Já o balcão estará à venda por R$ 154 e R$ 77 (meia). 

Siga o Viver no Instagram 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

O show que será apresentado em maio é fruto do box Zé Ramalho voz & violão – 40 anos de música, lançado pelo selo Discobertas, em 2016. A caixa conta com dois CDs gravados em 2015 no estilo acústico de voz e violão, com repertório autoral, e um DVD com takes das gravações. A última apresentação do cantor em Pernambuco foi em 2015, no Baile Perfumado. 

Nesta quinta-feira (8), a turnê d'O grande encontro, projeto do qual Zé participou, aporta pela terceira vez no estado e, novamente, sem a presença dele. O artista disse à coluna Gente boa, de O Globo, que não vai mais participar da turnê por "já ter feito isso antes". O show contará com Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo, no Teatro Guararapes, em Olinda. 

Ícone da MPB dos anos 1970 e 1980, Zé Ramalho gravou discos clássicos como A peleja do diabo com o dono do céu (1980). Em 1975, ele acompanhou o pernambucano Alceu Valença em um festival musical da Rede Globo, com a canção Vou danado pra Catende. Participaram ainda Lula Côrtes, Ivinho, Paulo Rafael e Israel Semente Proibida.

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas