• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Polícia e Globo já sabem quem tirou e vazou fotos de Paolla Oliveira nua Culpado confessou o crime à polícia. Fotos foram tiradas durante gravações da série Assédio em São Paulo

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/03/2018 14:08 Atualizado em: 05/03/2018 14:09

Atriz de 35 anos fez desabafo após vazamento. Foto: Gshow/Reprodução
Atriz de 35 anos fez desabafo após vazamento. Foto: Gshow/Reprodução

O culpado pelo vazamento das fotos em que Paolla Oliveira aparece nua, divulgadas nas redes sociais, se entregou à polícia neste final de semana. Um operador de câmera freelancer confessou às autoridades ter fotografado clandestinamente a atriz de 35 anos no set de filmagens da série Assédio, em Avaré, em São Paulo. 

A informação foi confirmada ao Viver pela assessoria de imprensa da O2, produtora responsável pela série ao lado da Globo. O vazamento causou comoção na emissora, que se solidarizou com a atriz e prometeu endurecer a segurança durante as filmagens fora do estúdio. No Instagram, Paolla fez um desabafo sobre ter a intimidade exposta e recebeu o apoio de diversos artistas e fãs. 

"Até quando a invasão da privacidade de um ser humano, o desrespeito a um ambiente de trabalho e a atitude desonesta de trair a confiança de colegas de trabalho serão tratados como um ato de esperteza em nossa sociedade? [...] O que esta pessoa ganhou com isso? Dinheiro, fama, cliques, likes, popularidade? ", questiona a atriz na publicação. "Em um momento em que todos estamos buscando uma sociedade mais correta, não há mais espaço para considerarmos esperteza o que é um desrespeito", escreveu ela. 

Assédio 
A série Assédio retrará a trajetória do médico Roger Abdelmassih, acusado de estuprar mais de 30 pacientes. A produção tem roteiro de Maria Camargo e será dirigida por Amora Mautner. Na trama, Paolla viverá Larissa Sacco Abdelmassih, esposa do criminoso. O elenco também conta com Leandra Leal, no papel de uma jornalista que investiga o caso, e Adriana Esteves como uma das vítimas. 

Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas