• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Música inédita de Amy Winehouse é divulgada na internet. Ouça A faixa foi gravada em 2001 para apresentar a cantora às gravadoras

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 27/02/2018 18:37 Atualizado em: 27/02/2018 20:30

My Own Way foi gravada quando a cantora tinha 17 anos. Foto: Carl de Souza/AFP Photo
My Own Way foi gravada quando a cantora tinha 17 anos. Foto: Carl de Souza/AFP Photo


Foi divulgada no YouTube uma gravação demo de Amy Winehouse, feita quando ela ainda não era famosa. O responsável pela liberação da faixa, intitulada de My own way, foi o produtor Gil Cang, compositor da música junto com James McMillan. Amy gravou a canção, em setembro de 2001, como parte de um trabalho de apresentação para chamar a atenção das gravadoras. Na época, a cantora britânica tinha apenas 17 anos e fez a gravação em três tomadas, segundo Gil Cang.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

"Nós estávamos escrevendo um monte de músicas pop, fazendo muitas promoções com vários artistas, muitos de talentos duvidosos. Era um momento particularmente horrível no mundo pop, muitas "girl bands" e "boy bands" terríveis e tínhamos que fazer algo. Amy entrou para nos ver, abriu a boca e nos arrebatou. Fomos atingidos imediatamente por seu talento, fiquei de queixo caído", disse o produtor ao Camden New Journal.

A cantora gravou a faixa no estúdio Hornsey Road e foi nessa ocasião que Cang se deu conta de que eles tinham gostos em comum. "Conversamos sobre grupos femininos do reggae, ska e dos anos 1960. Quando você grava com alguém por um ou dois dias, você precisa obter o som muito rapidamente e Amy sabia o que queríamos. Eu sempre penso em como eu teria adorado produzir mais de sua música. Ela era incrível de trabalhar", finaliza. Winehouse morreu aos aos 27 anos, em Londres, e, após a sua morte, a gravadora Universal lançou o álbum póstumo Lioness: Hidden treasures. O disco não foi bem recebido pelo público e o CEO da Universal, David Joseph, decidiu destruir as demos incompletas gravadas por Amy. 

Ouça My own way:



Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas