• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Gusttavo Lima volta a defender porte de arma: 'As pessoas deveriam ter o direito de se defender' Sertanejo se tornou centro de polêmica depois de publicar vídeo atirando com arma potente nos Estados Unidos e defendeu posicionamento no Fantástico

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 26/02/2018 12:05 Atualizado em:

Artista, casado com modelo Andressa Suita, tem um filho e espera outro. Foto: Instagram/Reprodução
Artista, casado com modelo Andressa Suita, tem um filho e espera outro. Foto: Instagram/Reprodução

O cantor Gusttavo Lima voltou a defender a liberação do porte de armas para civis no Fantástico, da Globo, na noite deste domingo (25), depois da repercussão negativa de uma publicação sobre o tema nas redes sociais. O programa exibiu um vídeo que foi posteriormente compartilhado no Instagram do sertanejo, que reiterou o desejo. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

"Não sou a favor de que o cidadão tenha arma para se defender sem nenhum critério, sem nenhum rigor. Eu sou a favor, sim, do porte de armas para pessoas coerentes, para pessoas sem passagens, sem antecedentes criminais, pessoas que querem cuidar de suas famílias, cuidar de seus bens maiores", disse Gusttavo, que havia publicado um vídeo atirando com um fuzil de alta potência na Flórida. 

"Hoje em dia no Brasil só está desarmado o cidadão de bem. Revogação do Estatuto do desarmamento já... Nossas famílias e nossas casas protegidas", pediu ele, na mesma semana em que um jovem matou 17 pessoas utilizando uma arma em uma escola de ensino médio no estado norte-americano. "Democracia é o regime político em que a soberania é exercida pelo povo", escreveu ele. 

No novo post, o cantor citou um assalto, ocorrido no início do ano, no qual foi ameaçado por um bandido. "Na minha opinião, as pessoas deveriam pelo menos ter o direito de se defender, já que o nosso governo não faz isso", afirmou. "Que as nossas famílias tenham o direito de se defender, já que estamos tão ameaçados e tão jogados", completou. 

Veja as publicações: 


Acompanhe o Viver no Facebook: 




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas