• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Feminismo Paródia feminista de Vai Malandra pede o fim do assédio no carnaval A atriz Fernanda Brandão reuniu cantoras e instrumentistas para regravar sucesso de Anitta

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 09/02/2018 20:53 Atualizado em:

Fernanda Brandão convidou cantoras e instrumentistas para participar do vídeo. Foto: YouTube/Reprodução
Fernanda Brandão convidou cantoras e instrumentistas para participar do vídeo. Foto: YouTube/Reprodução

O canal no YouTube É cena, projeto artístico comandado pela atriz Fernanda Brandão, fez uma paródia da música Vai malandra - originalmente gravada por Anitta, Maejor, Tropkillaz e DJ Yuri Martins - para combater o assédio durante o carnaval. A nova versão do hit altera a composição com mensagens contra situações em que as investidas sexuais masculinas são inconveninentes para as mulheres. "Vai malandro, o assédio começa depois do não" e "Para, cê não é gostoso, você estava me olhando, homem não tem jeito", são alguns dos trechos. A obra foi dirigida pela idealizadora do canal junto com Gislaine Miyono.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Em entrevista ao Viver, Fernanda explica que o vídeo é importante pois "o carnaval é um momento de liberdade e é importante que as mulheres se sintam a vontade de ter essa liberdade, assim como os homens se sentem. Essas liberdades nunca estão equiparadas". A artista também ressalta que ela e as amigas estão sendo alvo de "machismo, misoginia e gordofobia" nos comentários da plataforma: "É uma quantidade muito grande textos ofensivos, do tipo 'ninguém vai querer assediar esse tipo de mulher'. Isso mostra claramente que, entre muitos homens, não há uma diferenciação entre assédio e atração sexual", desabafa.

"O vídeo do Vai malandro surgiu depois que uma amiga minha [Jéssica Policastri] enviou a paródia que ela escreveu. No É cena, se as pessoas tiverem indicação de texto, peço para que enviem. Na hora que eu li, já amei, mas também compreendi que não poderia fazer sozinha, asim como todos os outros do canal", conta Brandão. Assim, ela convidou cantoras, instrumentistas e uma equipe envolvida com audiovisual para tocar o projeto - os créditos completos podem ser conferidos na descrição do vídeo.

A produção da paródia é minimalista, mostrando mulheres diante de um fundo preto. "O É cena tem por objetivo discutir temas relevantes, que acontecem no cotidiano político e social no país", diz Fernanda, explicando o conceito do canal. Ela decidiu cria-lo depois que um vídeo seu sobre o impeachment de Dilma Roussef viralizou nas redes sociais. 

Assista ao vídeo:


Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas