Acusação Irmão diz que Kevin Spacey é pior que o pai nazista, estuprador e pedófilo deles Randall Fowler diz ter sido abusado sexualmente mais de 50 vezes pelo pai

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 26/01/2018 19:56 Atualizado em:

Irmãos defendeu Kevin do pai. Fotos: Splash News e Netflix/Divulgação
Irmãos defendeu Kevin do pai. Fotos: Splash News e Netflix/Divulgação

O irmão mais velho do ator Kevin Spacey, Randall Fowler, disse que o intérprete de Frank Underwood em House of cards é pior que o pai nazista e pedófilo deles, de quem foi vítima de estupro. "Os fãs gostam dos personagens sinistros que ele interpreta, mas ele não está atuando, aquele é ele. Ele se esconde atrás da carreira de ator para manter uma sórdida vida secreta e na realidade ele é um monstro", opinou o irmão, em entrevista ao jornal The Sun.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Para Fowler, Kevin passou a adotar outro sobrenome para a carreira artística para esconder um lado sombrio depois de uma infância marcada por abusos e negações sobre a sexualidade dele. Apenas após ser acusado pelo ator Anthony Rapp, de Star trek, de assédio sexual, o então protagonista de House of cards revelou publicamente ser bissexual. Ele pediu desculpas pelas investidas - feitas enquanto estava bêbado e quando o Rapp tinha apenas 14 anos e ele, 26 - e foi afastado da série da Netflix, que ainda terá uma temporada. Na sequência, surgiram outras reclamações de assédio, conduta inapropriada e racismo.

"Ele lutou contra a própria sexualidade, sempre negando que era gay. No palco, ele fingia ser outra pessoa. Isso deu poder a ele e o transformou", analisou. "Ele cresceu em meio a abusos e negligência em uma casa de horrores. Nosso violento pai me chicoteou com um chicote de equitação. Eu nunca quis ter um filho para que essa personalidade diabólica não pudesse ser passada adiante. Agora, infelizmente, parece que um de nós carregou esses genes e essa pessoa pode ser Kevin", lamentou. Ele contou que, seis meses antes da morte da mãe deles, Kathleen, chegou a pedir uma passagem de avião para visitá-la, mas o astro teria negado a ajuda.

Randy tem 62 anos e é motorista de limusine e sósia de Rod Stewart. As primeiras acusações contra o pai deles, Thomas Geoffrey Fowler, foram feitas em 2004, oito anos após a morte do genitor, de quem os dois foram vítimas de agressões físicas. Segundo o filho mais velho, ele era membro do Partido Nazista Norte-americano, defendia a supremacia branca nos Estados Unidos e mantinha livros de pornografia infantil no escritório. A mãe deles fazia vista grossa para os atos de violência do marido, que não chegou a estuprar Kevin, protegido pelo irmão mais velho e pela mãe. 

Acompanhe o Viver no Facebook:





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas