Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 26/SET/2017

  • Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Arte Pernambucanos criam guia no Instagram para tornar arte mais acessível Projeto Phantom 5 promove artistas pernambucanos e organiza visitas gratuitas a galerias, ateliês e exposições

Por: Matheus Rangel

Publicado em: 13/09/2017 10:03 Atualizado em: 13/09/2017 18:19

Organização de visitas coletivas a espaços que promovem a arte é um dos destaques da Phantom 5. Foto: Phantom 5/Divulgação
Organização de visitas coletivas a espaços que promovem a arte é um dos destaques da Phantom 5. Foto: Phantom 5/Divulgação

Dois amigos de infância canalizaram o interesse pela arte em um projeto cujo maior benefício é a acessibilidade. A Phantom 5 se materializou na forma de uma espécia de revista digital no Instagram, na qual os seguidores encontram um guia de novidades das artes contemporâneas com destaque para o cenário local. Galerias, exposições e novas obras são desbravadas no perfil através de coberturas voltadas para interessados e leigos no assunto.


Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

Gerido por Pedro Melo e Steve Coimbra, o projeto tem como objetivo central aproximar o público das produções artísticas de Pernambuco. "A gente sabe que tem isso de arte contemporânea ser coisa de 'panelinha', de um público específico que sempre frequenta, é sempre a mesma galera", conta Pedro, formado em design. Um dos diferenciais da Phantom 5 é organizar visitas coletivas, gratuitas, aos espaços que promovem arte na cidade. 

Eles ligam para ateliês, galerias e museus para esquematizar a visitação, de preferência com a presença dos artistas responsáveis pelo projeto em questão. "No começo, fizemos uma visita com quatro pessoas. Hoje, faremos um passeio que tem 25 confirmados", observa ele sobre o aumento na demanda. Nem Pedro nem o sócio - que atua na área de computação - se denominam artistas, mas direcionam o interesse pela área e se propõem a resolver as questões logísticas. Uma "caravana" está sendo organizada, por exemplo, para o museu de Inhotim, em Minas Gerais. 

"Nós estudamos muito e resolvemos como será a logística da visita, para tornar acessível esse universo e estimular cada vez mais o público a visitar galerias e consumir arte. Futuramente queremos realizar aulas e palestras junto a instituições que já fazem isso", planeja Pedro, acrescentando o projeto ainda não tem retorno financeiro. "Até então, é tudo zero custo e zero receita. Estamos fazendo tudo por paixão". 

A ideia de montar o perfil veio depois que a dupla fazia coberturas informais de eventos relacionados a arte e o feedback de amigos e conhecidos foi positivo. "As pessoas começaram a se surpreender com a quantidade de coisa que temos no Recife e a apontar como o nosso trabalho era necessário", lembra Pedro. Semanalmente, a Phantom 5 faz uma publicação sobre um artista pernambucano e, a cada duas semanas, uma série especial sobre um tema específico, como pop art ou a obra de um criador em destaque. 

Confira o projeto: 


Tail chair, obra da artista brasileira Tatiana Blass #tatianablass #art #sculpture #instalacao #contemporanyart

Uma publicação compartilhada por Phantom 5 (@phantom.five.art) em Set 6, 2017 às 6:35 PDT

 

A fotógrafa e ativista visual Zanele Muholi explora identidades e políticas lésbicas e gays negras na África do Sul contemporânea. Muholi fotografou mais de 200 retratos da comunidade lésbica da África do Sul. "Os retratos são ao mesmo tempo uma declaração visual e um arquivo", "marcando, mapeando e preservando uma comunidade muitas vezes invisível para a posteridade". Os retratos sensíveis de Muholi desafiam o estigma em torno de homossexuais na África do Sul, desmascaram o comum a retórica de que a homossexualidade é não africana e aborda a preponderância de crimes de ódio contra homossexuais em seu país natal. #art #artist #photography #contemporaryartist #gallery #arteonline #fotografia

Uma publicação compartilhada por Phantom 5 (@phantom.five.art) em Set 6, 2017 às 12:07 PDT

 

Pinturas em acrílica da genial @cinta_vidal #art #painting #gallery #artist #fineart

Uma publicação compartilhada por Phantom 5 (@phantom.five.art) em Ago 28, 2017 às 9:09 PDT

 

Acompanhe o Viver no Facebook: 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.









SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]