Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 11/DEZ/2017

  • Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Entrevista 'Desocupados', brinca Maurício Meirelles sobre quem são seus fãs Humorista apresenta o Show de stand up e Webbullying no Recife

Por: Marina Simões - Diario de Pernambuco

Publicado em: 13/08/2017 11:00 Atualizado em:

Comediante carioca encontrou na interação com a audiência um diferencial para os seus shows. Foto: Edu Moraes /Divulgação
Comediante carioca encontrou na interação com a audiência um diferencial para os seus shows. Foto: Edu Moraes /Divulgação


O humorista Maurício Meirelles iniciou na internet na época do MSN, Orkut e Fotolog e é dos primórdios do YouTube. Atualmente, ele celebra dez anos de carreira com o novo Show de stand up e Webbullying, em apresentação única no Recife, neste domingo, às 18h, no Teatro RioMar, no Shopping RioMar, no Pina. Com 2,2 milhões de inscritos no canal e presença em todas as redes sociais, Maurício não se preocupa em ser "o melhor", apesar de sugerir uma suposta rivalidade com Whindersson Nunes. 

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

"Eu quero apenas continuar criando coisas novas e divertir a galera que me acompanha”, explica. No palco, ele divide os 90 minutos de espetáculo entre o stand up, com piadas de improviso e temas que vão de religião à corrupção, e os quadros Webbullying e Traumas, momento mais aguardado, quando ele solicita participação da plateia. No primeiro, o humorista assume o perfil do voluntário e é autorizado a publicar fotos, comentar publicações e interagir com amigos em conversas privadas. Em Traumas, a cobaia da vez pega o microfone para relatar uma situação embaraçosa que já viveu. Normalmente, as participações são registradas e publicadas posteriormente no canal dele.

Maurício Meirelles foi repórter do CQC (Custe o que custar), entre 2011 e 2014, mas a popularidade do Webbullying no YouTube levou o formato para a TV aberta. Ele está no ar semanalmente no Pânico na Band, exibido aos domingos. Em maio deste ano, o comediante cogitou encerrar o quadro na plataforma de vídeos, mas voltou atrás após cobrança dos seguidores. "O esgotamento de um projeto surge quando ninguém quer mais saber dele e procura algo novo. E isso ainda não aconteceu. A galera se diverte muito", analisa.

Alguns famosos já foram alvos das trollagens de Maurício, como Tatá Werneck, Danilo Gentili e Marco Luque. Ele viajou com o espetáculo para Amsterdã (Holanda), Dublin (Irlanda), Londres (Inglaterra) e Lisboa (Portugal). "A internet mudou muito. Em 2007, por exemplo, a primeira coisa que a galera fazia ao ligar o computador era entrar no MSN e abrir o Orkut, e tudo isso acontecia em uma lan house, onde se pagava R$ 10 por hora para fazer tudo", relembra.

Assista episódios do Webbullying:






Entrevista Maurício Meirelles // humorista

O que é "permitido" e "proibido" no seu espetáculo? 
Após dez anos de carreira sei exatamente até onde eu posso ir. Em todo esse período eu nunca tive nenhum processo. Meu objetivo é fazer as pessoas se divertirem e não ofender ninguém. No Webbullying, por exemplo, as pessoas que sobem ao palco querem participar e eu apenas seleciono – junto com o restante da plateia – a melhor história.

Onde você quer chegar?
Quero ser presidente do Brasil, esse é o meu objetivo de vida. Mas antes quero continuar criando coisas novas, fazendo a galera dar boas risadas, fazer a minha produtora Dromedário crescer cada vez mais, fazer shows em vários cantos do mundo e ficar rico – sem precisar da política para isso. 

Como define o público que consome seu conteúdo na internet?
Desocupados.

E como lida com os haters?
Levo numa boa e acho engraçado. A galera tem que levar a vida mais leve, com mais humor.

O que lhe faz gargalhar?
Dou risada das pequenas coisas. Estou em processo de amadurecimento. 

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.










SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]