Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 26/JUL/2017

  • Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Rapper norte-americano é acusado de manter jovem em cárcere privado Familiares acusam R. Kelly de proibir garota de ter contato com o mundo externo

Por: Estado de Minas

Publicado em: 17/07/2017 15:40 Atualizado em:

Em 2008, R. Kelly foi absolvido por júri após acusações de pornografia infantil. Foto: Frederic J. Brown/AFP
Em 2008, R. Kelly foi absolvido por júri após acusações de pornografia infantil. Foto: Frederic J. Brown/AFP

Um dos rappers mais famosos e controversos dos anos 1990, R. Kelly está envolvido em mais uma polêmica. O músico norte-americano está sendo acusado por manter jovens mulheres em cárcere privado em suas mansões de Atlanta e Chicago, nos Estados Unidos. Segundo o BuzzFeed News, uma família deixou sua filha de 19 anos viajar com o rapper na esperança de que ela avançasse em sua carreira musical. Desde então, os parentes relatam que só viram a garota algumas vezes durante os últimos dois anos.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

Segundo eles, assim que estão sob o mesmo teto que o músico, as jovens não podem usar celulares, ir ao banheiro sem a permissão do cantor ou até mesmo entrar em contato com suas famílias. A mãe e o pai da jovem afirmam que sua filha está sendo mantida "contra sua vontade" em um tipo de "culto". Eles afirmam que não veem a garota desde o dia 1º de dezembro de 2016. Na ocasião, eles relatam que a garota demonstrava mudanças de comportamento. "Era como se ela tivesse passado por uma lavagem cerebral. Ela parecia um prisioneiro", contou a mãe.

Outras jovens que já estiveram na mesma situação estão cooperando para as investigações. Segundo elas, existem outras garotas vivendo nas mansões do músico e que lá existe uma mulher que "ensina" todas as maneiras "adequadas" para satisfazer sexualmente Kelly. Uma das reivindicações é que elas o chamem de "papai", enquanto ele as trata como "bebês".

De acordo com uma das jovens, se os comandos do cantor forem contrariados, ele tende a ficar violento. Ela relata que, uma vez, o cantor a segurou contra uma parede e a agrediu depois que ela achou que ela tinha sido muito amigável com um atendente de uma loja. Apesar de ter alcançado o estrelato com músicas como Ignition e I believe i can fly, R. Kelly teve sua carreira manchada por uma série de escândalos sexuais. Em 2008, um júri o absolveu de uma acusação de pornografia infantil. Mais tarde, ele foi processado por ter um caso com a esposa de um policial.

Acompanhe o Viver no Facebook:




Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.









SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]