Notícias, Esporte, Pernambuco, Política, Tecnologia, Vídeos, Fotos, Mundo, Divirta-se

Diario de Pernambuco Assine o Diario Central de assinantes
Pernambuco.com

Recife, 25/MAR/2017
 
cheia

  • Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Milton Nascimento repudia racismo contra candidata do The Voice Kids Franciele Fernanda, que se classificou cantando Maria, Maria, foi agredida na internet; o cantor disse que a polícia deve intervir

Por: Correio Braziliense

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/01/2017 17:49 Atualizado em:

Franciele, de 14 anos, cantou Maria Maria e encantou Milton Nascimento, compositor da música. Foto: Rede Globo/Reprodução
Franciele, de 14 anos, cantou Maria Maria e encantou Milton Nascimento, compositor da música. Foto: Rede Globo/Reprodução


O cantor Milton Nascimento fez um post no Facebook, nesta quarta-feira (11), para comentar as ofensas racistas que Franciele Fernanda, de 14 anos, participante do The voice kids, sofreu na última segunda (9), nas redes sociais. No vídeo, ele repudia qualquer tipo de preconceito e diz que a polícia precisa intervir para que tal comportamento não se repita.

Após a apresentação da menina no programa, quando cantou a música de Milton, Maria Maria, o próprio cantor elogiou sua performance com uma publicação no Facebook. Contudo, em reações a esse post, a garota foi ofendida e chamada de "neguinha". "Irmã de música? Que música? Essa neguinha não canta p* nenhuma. O nível do brasileiro, seja qual for a área, tornou-se abaixo da crítica", comentou um usuário.

"Numa onda extremamente intolerante, o internauta Danilo Ruas, chamou a garota de "neguinha" [...]. Por isso, contamos com o apoio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática para que esse indivíduo cumpra sua pena merecida. Pois só assim poderemos dar prosseguimento na luta para que atitudes como essa não fiquem impunes e, principalmente, para que elas jamais voltem a se repetir", diz a legenda do texto divulgado.

Na terça (10), Franciele e a mãe, Irineia Prates da Silva, foram à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro para registrar uma ocorrência contra o internauta. Em entrevista ao site G1, a cantora mirim contou que ficou muito feliz com a publicação de Milton, mas que havia ficado triste com as ofensas. "Disse para minha mãe que queria fazer uma denúncia disso. E que outras vítimas, como eu, se inspirem para denunciar também", desabafou.





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.









SIGA

Facebook

Google+

Twitter

Rss

[X Fechar]