• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
BikePE Grupo de ciclistas que saiu de Maceió chega ao Recife A aventura começou na segunda-feira passada e foi concluída nesta sexta

Por: Carolina Braga

Publicado em: 12/12/2014 16:48 Atualizado em: 12/12/2014 17:15

O grupo na Praia de Boa Viagem após percorrer os 270 quilômetros que separam Maceió e Recife (Foto: Roberto Encarnação/Divulgação)
O grupo na Praia de Boa Viagem após percorrer os 270 quilômetros que separam Maceió e Recife

O ciclista Roberto Encarnação e mais três amigos saíram na segunda-feira de Maceió e chegaram nesta sexta-feira (12) ao Recife. Foram quase 60 km de pedalada por dia. Até ontem, quando aceleraram o ritmo e emplacaram 104 km chegando até a capital pernambucana. Esta prática, chamada de cicloturismo, é uma maneira de conhecer várias cidades usando um veículo ecológico, econômico e ainda saudável. Viajar de bicicleta proporciona a experiência de aproveitar o caminho da viagem e ainda de desafiar o próprio corpo.

Roberto costuma fazer longos percursos de bicicleta e participar de corridas e maratonas de rua. Há dois anos, fez uma “ciclo-viagem” de sete dias, de Salvador até Exu, no Sertão do Araripe, para assistir a programação do centenário de Luiz Gonzaga. E essa é só uma das muitas outras que ele faz todos os anos. As três pessoas que estão com ele são “calouras” quando o assunto é viajar de bike. Laryssa Souza, Marcondi Lyra e Sandra Lyra toparam embarcar nessa viagem juntos e tiraram férias do trabalho no mesmo período.

Para quem não está acostumado, não é tão fácil ter resistência física para fazer um percurso longo como este. Os três começaram a se preparar um mês antes fazendo corridas diárias e passeios de bike que aumentavam o trajeto a cada dia. Outro preparativo foi habituar-se a acordar cedo. “É importante acordar cedo quando você viaja de bicicleta porque o sol é mais fraco, então é o horário ideal para começar a pedalada”, explica Roberto. Numa viagem como essas, o descanso é tão importante quanto o pedal, quando “as baterias podem ser recarregadas”. Assim, com o avançar dos dias todo mundo vai se fortalecendo, com deslocamentos mais longos e, por vezes, mais rápidos.

O grupo aproveita para pedalar no começo da manhã, quando o sol é mais fraco (Foto: Roberto Encarnação/Divulgação)
O grupo aproveita para pedalar no começo da manhã, quando o sol é mais fraco

“Sempre pedalamos um dia de manhã e no outro a tarde, para descansar e aproveitar o local onde ficamos hospedados.” Escolheram o destino tendo em vista o percurso com trânsito menos intenso, com menos ladeiras e claro, com muitas belezas naturais. “Nós viajamos de acordo com o nosso ritmo, é importante que a viagem seja agradável.”, conta Roberto. “Na alimentação, por exemplo, aproveitamos para comer as comidas típicas de cada lugar onde passamos. Chegamos em Olinda e fomos comer tapioca. Não é porque estamos de bike que não aproveitamos a viagem”, completa.

Roberto conta tudo sobre os deslocamentos de bike ou de corridas dele em um blog, uma espécie de diário de viagem. Lá, estão todos cronogramas e passeios.

Se você se animou para viajar tirar a magrela da garagem e viajar neste fim de ano, veja algumas dicas:

Preparativos para a bike

É importante adequar magrela às regras de trânsito:

Coloque adesivos luminosos na parte da frente e de trás e também nos pedais;

Espelho retrovisor do lado esquerdo;

Buzina também é ítem obrigatório.

Vista capacete, luvas e tênis.

Lembre-se de seguir sempre o sentido do fluxo da via.

Use bikes simples para viajar, para não correr o risco do veículo ser roubado e você ficar sem transporte.

Se na sua bicicleta não tiver bagageiro, coloque um. É onde você vai levar todos os seus pertences.

Preparativos para o corpo

Antes de viajar prepare uma rotina de exercícios para testar sua resistência.

Leve pelo menos duas garrafas d'água em lugares acessíveis e beba a cada 15 minutos.

Uma boa alternativa entre as paradas é o carboidrato em gel, para carregar as forças antes da próxima refeição.

Não esqueça de se alimentar bem para aguentar o dia pedalando.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas