• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Manutenção Pequenos cuidados e ajustes na bike podem ser feitos em casa

Por: Mariana Fabrício - Diario de Pernambuco

Publicado em: 26/03/2014 11:26 Atualizado em:

Corretor Fernando Castro não descuida da manutenção de suas duas bikes. Foto: Bernardo Dantas/DP/D.A Press
Corretor Fernando Castro não descuida da manutenção de suas duas bikes. Foto: Bernardo Dantas/DP/D.A Press
No caso de carros e motos, manter as revisões em dia garante o bom funcionamento e desempenho do veículos. O mesmo vale para as bicicletas, cuja manutenção deve ser feita a cada três meses, em oficina especializada - ao custo de valores entre R$ 30 e R$ 50 - ou em casa mesmo.

O corretor Fernando Castro, 49 anos, pedala há sete anos para perder peso. Preocupado em manter as duas bicicletas – uma speed e outra mountain- que comprou com esse objetivo, ele costuma ter cuidados diários. “Elas foram caras e gastei com peças e acessórios. Então fazer a manutenção correta diariamente vai garantir um maior tempo de vida útil, além de melhorar o desempenho”, argumenta.

Todos os dias após usar a bicicleta do modelo speed e uma vez por semana depois das trilhas com a mountain, Fernando lubrifica as correntes, passa flanela, em caso de tempo seco ou lava, caso tenha passado por lama. Já os acessórios ele procura colocar em local arejado para evitar odores. “Sempre passo um pano, coloco na sobra em um local ventilado e uma vez por semana lavo a parte interna do capacete e as luvas”, conta.

De acordo com o mecânico Eduardo Castro da loja R Bike, o importante é evitar tentar fazer algo que exija maior conhecimento, como desmontar a bicicleta. “Algumas coisas exigem conhecimento específico e fazer em casa pode ser arriscado. O indicado é passar lubrificante nos locais que precisam de graxa e deixar agir por 10 minutos. Também é necessário alertar para usar produtos próprios para bikes. Não pode ser usado qualquer tipo de óleo”, alerta.

O tratamento deve ser diferente para cada material. Bicicletas de carbono precisam de produto próprio que dê brilho e conserve. Já se for de ferro, o mais indicado é passar apenas lubrificante. “É importante verificar o que cada peça necessita. Porque cada tipo de material vai precisar de um cuidado diferente”, afirma Eduardo.

Mesmo com esses cuidados diários, a cada três meses é indispensável uma revisão geral em uma mecânica especializada. Estar atento às condições dos acessórios também garante melhor desempenho e segurança na pedalada.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas