BikePE Os cuidados para evitar a desidratação durante as pedaladas Beber muita água e comer frutas são algumas das recomendações para um verão sem surpresas. Grupos noturnos são opção.

Por: Myrela Moura - Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/01/2014 15:34 Atualizado em: 15/01/2014 15:49

Para se proteger dos efeitos do sol, o funcionário público Luís Márcio Pereira usa vários acessórios e protetores. Foto: Edvaldo Rodrigues/ DP/ D.A Press
Para se proteger dos efeitos do sol, o funcionário público Luís Márcio Pereira usa vários acessórios e protetores. Foto: Edvaldo Rodrigues/ DP/ D.A Press

Andar de bicicleta tem sido uma atividade física cada vez mais procurada pelos pernambucanos, ainda mais agora no verão, período que estimula a prática de esportes ao ar livre. A estação, porém, exige atenção redobrada por conta do calor excessivo, o que pode acabar levando o ciclista à desidratação e outros problemas.

De acordo com o professor de Educação Física Carlos Eduardo Rodrigues, a hidratação é o mais importante. “Recomendo beber bastante água. Aconselho o uso da água de coco, tanto para os ciclistas amadores, como os profissionais”. diz. Os principais sintomas da desidratação são sede, corpo cansado, vômito e diarreia.  É preciso sempre se manter hidratado e alguns alimentos, como melancia, melão e laranja, devem ser consumidos antes do treino. Além da água, eles oferecem vitaminas necessárias para atividades físicas.

Existem ainda as bebidas hidrolíticas, que ajudam na reposição dos sais minerais perdidos durante o trajeto. “Um adulto deve consumir cerca de dois litros e meio de água no verão, fazendo ou não exercícios”. explica o educador físico. O consumo de refrigerante, apesar  da presença da glicose, não é indicado: o açúcar pode, inclusive, favorecer a desidratação.     
Outra preocupação é com os horários. Estudos comprovam que a partir das 10 horas da manhã existe uma maior incidência do sol com o contato com a pele. Para evitar a radiação, o ideal é pedalar no início da manhã e no final da tarde, e nunca abra mão do protetor solar. Para um bom resultado, é preciso reaplicá-lo a cada uma hora, ou quando houver necessidade.

Mais proteção - Em relação aos acessórios, o uso do capacete é essencial. Além de proteger contra possíveis quedas, ele defende contra os  raios de sol.  O capacete para ciclismo normalmente é areado, garantindo a ventilação. No mercado também existem camisas de manga comprida com malha frias e com proteção UV.

Pedalar sem camisa é um erro, pois além do risco de queimaduras, a pessoa perde a proteção contra quedas e o impacto se torna bem maior. “Levo sempre na bolsa protetor labial e passo bloqueador solar sem álcool. Uso camisa com proteção UV e calça, além de um óculos de sol”. relata o servidor público Luís Márcio Pereira.

Os grupos de pedal noturno são alternativa para quem quer fugir do calor no verão. Crédito: Bernardo Dantas/DP/DA
Os grupos de pedal noturno são alternativa para quem quer fugir do calor no verão. Crédito: Bernardo Dantas/DP/DA

Pedalar à noite - Existem grupos que pedalam à noite. A prática requer uma atenção especial aos equipamentos, que precisam ser fluorescentes, e com luzes especiais que tornem a bike sempre visível. Confira abaixo alguns grupos noturnos.

No Recife

Pedal Clube Pernambuco
Presente nas ruas do Recife desde 1987, o grupo cresceu, se consolidou e hoje é um dos mais tradicionais da cidade. Passeios são realizados às terças e quintas-feiras a noite (por volta das 20h), e aos domingos e feriados pela manhã. Os interessados devem fazer cadastro no site para receber a agenda atualizada e informações sobre os passeios. É necessário o uso de equipamentos de segurança para participar do grupo. Não é recomendado para iniciantes, devido ao ritmo e distância elevados.

Bike Night Zona Sul

O pedal noturno acontece às terças e quintas, com saída às 20h30. É necessário possuir bicicleta em bom estado e equipamentos de segurança pessoal (como capacete) e da bike (iluminação, refletores). Aos sábados, o grupo realiza passeios às 16h. A concentração e saída acontece na frente do restaurante Alphaiate, na Rua Arthur Muniz, em Boa Viagem. A distância e o ritmo não são indicados para iniciantes. Informações: 3326-664.

Em Olinda

Pedala Olinda

Grupo formado pela Associação dos Ciclistas Amadores da Cidade de Olinda, que pretende estimular o ciclismo na cidade, sai todas as terças e quintas-feiras. A concentração acontece às 19h30 no Bairro Novo, em frente ao bar Capitania (antigo bar do “Zé Pequeno”). Durante às quintas-feiras, há a presença de carro de apoio, suporte mecânico, e Polícia Militar. Nas manhãs de domingo há pedal para ciclistas avançados.

Bike Amigos
O Bike Amigos foi formado em 2005 com a filosofia do grupo moldada em “nunca deixar ninguém pra trás”. Por isso, os passeios são organizados pelo nível de experiência de seus participantes. Segunda-feira é o dia dos iniciantes, com velocidade de 15km/h e distância aproximada de 25km. A saída do grupo é às 20h da Praça 12 de Março. Aos intermediários é destinado o passeio da quarta-feira, com saída às 20h, também na Praça 12 de Março, com velocidade média de 25km/h e distância de 35km. Já aos domingos acontece um passeio misto, para iniciantes e intermediários, com saída da Praça Duque de Caixas (a praça do antigo quartel), às 6h da manhã.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas