• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Bike Ciclista atropelado fora da ciclofaixa Bruno Muniz passeava no feriado, mas saiu da faixa exclusiva e foi atingido no Viaduto das Cinco Pontas

Publicado em: 17/07/2013 09:19 Atualizado em:

Veículo bateu na bicicleta que vinha na contramão. Foto: Júlio Jacobina/DP/DA Press (Júlio Jacobina/DP/DA Press)
Veículo bateu na bicicleta que vinha na contramão. Foto: Júlio Jacobina/DP/DA Press
Depois de três meses e meio de funcionamento, a Ciclofaixa Móvel de Turismo e Lazer do Recife registrou o primeiro acidente envolvendo ciclistas e automóveis nas proximidades do percurso. No início da tarde de ontem, o ciclista Bruno Falcão Muniz, 30 anos, foi atingido por um veículo fiat palio preto quando subia o Viaduto das Cinco Pontas, no Bairro de São José, sentido cidade/subúrbio. Ele foi socorrido para o Hospital Santa Joana, no bairro das Graças, onde passou por tomografia e cirurgia no pescoço. A condutora do veículo, Carla Andreassa Pessoa de Melo, 41 anos, estava com duas crianças no carro. Os três não sofreram ferimentos.

Segundo informações de testemunhas, Bruno saiu do perímetro da ciclofaixa e estava subindo o viaduto do lado oposto, na contramão, quando foi atropelado. Ele estava com a esposa, seguindo em direção ao Cais José Estelita, e colidiu com o lado esquerdo do para-brisa dianteiro do veículo. “Meu filho contou que saiu da ciclofaixa e não percebeu, pois estava com um fone de ouvido. Ele teve lesão em uma veia do pescoço, fez cirurgia e deve receber alta”, detalhou o médico Paulo Muniz.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) afirmou que não há câmeras de segurança nas proximidades do local do acidente que tenham alcance para captar o que aconteceu, mas esclareceu que a condutora do veículo estava dentro da velocidade permitida na via durante os dias de ciclofaixa, ou seja, 40km/h. “Ele seguiu pelo canteiro central e subiu à direita”, detalhou a presidente da CTTU, Taciana Ferreira.

Em virtude do acontecimento, a Secretaria de Turismo e Lazer da cidade afirmou que irá reforçar as campanhas educativas a partir da próxima edição da ciclofaixa. “Nesse caso, ocorreu uma imprudência por parte do ciclista, mas pretendemos sensibilizar ainda mais os motoristas e ciclistas para evitar novos registros. Estamos finalizando a licitação da empresa de publicidade para lançar a campanha. Até então, só tínhamos registrado quedas”, detalhou o secretário Felipe Carreras.

No próximo dia 25, começam a ser instalados 12 radares nos dois ramais já existentes na ciclofaixa (Jaqueira/Marco Zero e Dona Lindu/Marco Zero) e na terceira rota, da Imbiribeira.. A ideia é controlar a velocidade máxima nas vias durante os domingos e feriados e punir os motoristas que ultrapassarem o limite permitido. Os equipamentos funcionarão por meio de fotossensores.

Terceira rota

O novo ramal da Ciclofaixa de Turismo e Lazer será lançado na próxima segunda-feira, na Lagoa do Araçá. O trecho completo, que passará pelo parque na Imbiribeira, será divulgado durante coletiva, mas a secretaria já sinalizou a intenção de lançar uma quarta rota até dezembro deste ano. “Os estudos para viabilidade já serão iniciados. Um dos nossos desejos é chegar à Zona Oeste, mas não sabemos se será agora”, disse Carreras.

TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas