• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Internacional Moscou se rende às bicicletas de uso livre Serviço, que já acontece em Nova York, será desafio para megalópole

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 03/06/2013 09:44 Atualizado em: 03/06/2013 10:30

Crédito: Andrey Smirnov/AFP Photo
Crédito: Andrey Smirnov/AFP Photo

 Depois de Paris, Berlim, Brasil e Nova York, Moscou lançou neste sábado um serviço de bicicletas de uso livre, que representa um desafio para a megalópole, desprovida de ciclovias e conhecida por seus congestionamentos gigantes e histórico de acidentes de trânsito.

Cerca de mil pessoas se inscreveram no site de aluguel das bicicletas nas primeiras horas de funcionamento do serviço, informou Maxime Louksitov, vice-prefeito de Moscou, citado pela Interfax.

Até o prefeito da capital, Sergei Sobianine, alugou uma bicicleta e deu um passeio pelo parque Gorki."É uma ideia promissora, que foi colocada em prática em muitas cidades europeias", lembrou o usuário Andrei.

As primeiras estações estão localizadas, principalmente, no "cinturão dos bulevares", onde as vias de circulação são separadas por um parque com calçadas para os pedestres, um espaço onde os ciclistas podem pedalar sem correr riscos.

"Uma vez construídas ciclovias, as pessoas poderão circular pelas ruas", disse o jovem, reconhecendo, no entanto, que os motoristas da capital não respeitam os ciclistas.

A Rússia é um dos países mais perigosos do mundo no que se refere ao trânsito, com cerca de 28 mil mortos em 2012. Na última terça-feira, um motorista embriagado e sem habilitação atropelou três ciclistas em Moscou, matando um deles na hora.

Dias antes, um motorista publicou no YouTube um vídeo em que pode ser visto dirigindo a 190 km/h em pleno centro de Moscou, antes de se chocar com dezenas de veículos.



TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas