• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Segurança Em BH, é presa a quadrilha que roubava ciclistas Os criminosos usavam da violência para levar as bicicletas das vítimas. Somente a roda de uma das bicicletas estava avaliada em R$ 8 mil

Por: João Henrique do Vale -

Por: Thiago Lemos - Portal Uai

Publicado em: 23/05/2013 10:32 Atualizado em:

Gladyston Rodrigues/EM/DA Press
Gladyston Rodrigues/EM/DA Press
Ciclistas de Belo Horizonte estão aliviados com a prisão de uma quadrilha especializada em roubos de bicicletas. Os criminosos agiam na Avenida Nossa Senhora do Carmo, Região Centro-Sul da capital, nas imediações do Morro do Papagaio, onde eles moravam. Nos assaltos, o grupo usava violência. Em uma das ocorrências, um dos homens chegou a atirar contra uma das vítimas e, por pouco, não a atingiu.

As investigações começaram em fevereiro deste ano depois que houve um aumento no número de assaltos a ciclistas na região. “As ocorrências tinham semelhanças de tempo, local e modo de agir. Os criminosos sempre agiam em duplas e com muita violência”, explica a delegada Carolina Bechelany.

Para tentar chegar até os assaltantes, a Polícia Civil tentou identificar quem recebia as bicicletas roubadas. Em abril, Márcio da Silva Lúcio, de 30 anos, foi identificado e preso em casa no Morro do Papagaio. Com ele foram encontradas diversas peças roubadas e R$ 12 mil em dinheiro. Poucos dias depois, o homem acabou solto para responder o crime de receptação em liberdade.

As investigações continuaram para tentar identificar os assaltantes e juntar provas para pedir a prisão preventiva para todos os integrantes da quadrilha. Com base em depoimentos de testemunhas sobre as características dos criminosos, a polícia conseguiu chegar até Isael Santos, de 42, Maurício Evangelista de Souza, de 20, e Leonardo Santos Mudesto, de 26. Todos foram detidos no meio da última semana em cumprimento de mandado de prisão.

Para a polícia, a prisão vai trazer tranquilidade aos ciclistas. “Pela quantidade de roubos e a forma violenta de como estavam agindo, os suspeitos estavam causando uma inquietação entre os ciclistas que provavelmente estavam crescendo devido a construção de ciclovias na capital”, afirma o delegado Henrique Canedo.

Todos os criminosos presos já têm passagens pela polícia. Os responsáveis pelos assaltos, Isael, Maurício e Leonardo, já haviam sido presos por roubo, homicídio e tentativa de homicídio. As investigações vão continuar para saber qual era a destinação das peças roubadas

TAGS:

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.



Últimas